Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Agenda’ Category

Criado no Pelourinho, o grupo é capitaneado pelo maestro Ubiratan Marques, com direção musical de Mateus Aleluia (ex-Tincoãs)

A Orquestra Afro Sinfônica dá início a uma temporada inédita de 12 concertos no Espaço Cultural da Barroquinha, a partir da próxima segunda-feira (04), às 19h, com ingressos sendo vendidos a R$10 (inteira) e R$5 (meia). Essa apresentação marca a estreia do projeto “Orquestra Afro Sinfônica Convida”, que vai se realizar até o mês de dezembro, sempre em duas segundas-feiras do mês e com presença de participações especiais. Nesta edição, os convidados serão os cantores Lazzo, Manuca Almeida (autor de “Esperando na Janela”) e Mateus Aleluia, que assina a direção musical do projeto.

Núcleo Moderno de Música
Tudo começou em 1999, quando o maestro, professor e arranjador Ubiratan Marques (conhecido como Bira Marques), que integrou a Jazz Sinfônica de São Paulo e ministrou aulas na EMESP – Escola de Música do Estado de São Paulo – Tom Jobim, de volta a sua terra natal, decidiu se unir ao também maestro, percussionista e pesquisador musical baiano Gilberto Santiago; e assim surgiu o Núcleo Moderno de Música, situado no Centro Histórico de Salvador. A ideia deu tão certo que em menos de um ano a escola já tinha atraído cerca de 150 alunos. “Deste Núcleo, selecionamos os músicos mais avançados e que tinham essa mentalidade musical – de fazer uma orquestra brasileira – e vontade de aproximar o público baiano da música erudita”, conta o maestro.

O diferencial da Orquestra Afro Sinfônica, segundo o seu próprio fundador, é cultivar a música sinfônica brasileira. “Quando você cultiva sua própria cultura, sua própria música, você soa com mais propriedade e se destaca lá fora. Beethoven, que eu tenho grande admiração, que isso fique claro, fazia música alemã, com motivos vindos da realidade alemã. Os motivos que nós, e outras orquestras baianas como a Rumpilezz e a Sambone (pagode erudito), fazemos, vêm da vida e do cotidiano do povo baiano e brasileiro, são propriedades nossas, são sonoridades do nosso cotidiano; de certa forma resgatamos a nossa memória e a nossa cultura”, explica.

— “Nós temos que fazer nossa música, com nossas propriedades”, Ubiratan Marques

Desde a sua formação, a Orquestra já possui um caráter inovador, a começar pelas composições e arranjos inéditos criados por Bira, até a inserção de cantoras como um naipe permanente. O local escolhido para a série de concertos, Espaço Cultural Barroquinha, possui uma arquitetura e acústica aproveitadas da Igreja da Barroquinha, onde os concertos adquirem uma identidade única. A igreja histórica apresenta uma unidade entre a cultura afro – representada pelas mulheres negras que freqüentavam o local no sec XVII -, e a sonoridade dos tambores dos terreiros de candomblé, instalados na região.

Percebendo a possibilidade de fundir história e contemporaneidade, Marques convidou o cantor, músico e compositor Mateus Aleluia para assinar a direção musical dos 12 concertos dessa temporada, sugerindo um encontro raro entre a música afro sinfônica e o regionalismo baiano. A ideia é também fazer uma espécie de intercâmbio cultural baiano, compondo o palco com artistas de Salvador e do interior da Bahia, incluindo poetas, atores, em um projeto multimídia. Dessa forma, compartilharão o palco com a Orquestra, Gerônimo, Lazzo, Letieres Leite, Mariella Santiago, Manuca Almeida, entre outros.

Orquestra Afro sinfônica Convida
Espaço Cultural da Barroquinha
Temporada: 04 e 18.07, 08 e 22.08, 12 e 26.09, 10 e 24.10, 07 e 21.11 e 05 e 19.12
Horário: 19h
Ingresso: R$ 10 e R$ 5
Informações: 71 8733-6661

fonte Ibahia
Anúncios

Read Full Post »

A Cultura Negra e Suas Cidades é uma homenagem a Makota Valdina. A Exposição fotográfica reúne 60 imagens registradas em diversas locações como Salvador, Cuba e Paris, por diferentes fotógrafos e tem por finalidade celebrar a beleza da cultura negra e homenagear os 67 anos de Makota Valdina. De Terça a sexta, das 14h às 19h; sábado e domingo, das 14h30 às 18h30. Entrada franca.

Data: 1/3/2011 a 6/3/2011

Local: Teatro Vila Velha

Endereço: Av. Sete de Setembro , s/n Passeio Público

Horário: De Terça a sexta, das 14h às 19h; sábado e domingo, das 14h30 às 18h30

Valor: Entrada Franca

Site:www.teatrovilavelha.com.br

Mais Informações: (71) 3083-4600

 

Read Full Post »

Hoje a noite, no seu ensaio de verão, o Cortejo Afro terá como convidado especial o cantor Luiz Melodia, além da banda integrante do Bloco Cortejo Afro, que tem como idealizador o artista plástico Alberto Pitta, que se dedica a desenvolver atividades relacionadas à cultura africana há mais de 30 anos. O encontro acontecerá na Praça Tereza Batista, no Centro Hisórico de Salvador a partir das 21h. Os ingressos custam R$ 60 (inteira) e R$30 (meia-entrada).

Vale a pena conferir!

Read Full Post »

Corpo-Imagem dos Terreiros: Experiência ritual e Produção de Presença – O debate faz parte do projeto contemplado pelo Programa Pensamento e Cultura com participação de Marco Aurélio Luz, Ilê Asipá e professor da UFBA; dos fotógrafos Adenor Gondim, Aristides Alves, Bauer Sá; Marcelo Bernardo da Cunha, coordenador do Museu Afro, professor do CEAO/UFBA. Auditório Milton Santos (3283-5502). Quinta-feira, às 18h30.Dia 18 de novembro.

Read Full Post »

Mostra

Read Full Post »

Premiação com o objetivo de identificar, difundir, reconhecer e apoiar práticas pedagógicas e de gestão escolar preocupadas com a valorização da diversidade.

O prêmio “Educar para a Igualdade Racial”é uma parceria do Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Diversidade/CEERT com o Grupo Santander Brasil e a Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial – SEPPIR.

A iniciativa tem em como principal objetivo identificar, difundir, reconhecer e apoiar práticas pedagógicas e de gestão escolar preocupadas com a valorização da diversidade. A idéia é premiar iniciativas que tomem a valorização da diversidade como conteúdo essencial para o pleno desenvolvimento dos alunos e como estratégia para erradicação do racismo e do preconceito existentes na sociedade brasileira.

A abrangência do prêmio é nacional, destinando-se a professoras e professores, bem como à gestão escolar, nas modalidades educação infantil, ensino fundamental (anos iniciais e anos finais) e ensino médio.

Com a intenção de estimular a institucionalização de práticas pedagógicas preocupadas com o tema da diversidade étnico-racial, o prêmio contempla também ações na área da gestão escolar. Desta forma, pretende incentivar a implementação das diretrizes curriculares nacionais para educação das relações étnico-raciais e o ensino de história e cultura afro-brasileira e africana.

Na Bahia, a divulgação do Prêmio está sendo feita pelo CEAFRO. O CEAFRO é um programa de Educação e Profissionalização para a Igualdade Racial e de Gênero, do Centro de Estudos Afro-Orientais (CEAO/UFBA) que há 15 anos vêm atuando na área de educação antiracismo.

Neste sentido, o CEAFRO tem o prazer de convidar todos/as os/as parceiros/as da Imprensa para participar do lançamento do prêmio, que acontecerá no dia 23 de março, das 09 às 12h, no Auditório Milton Santos CEAO/CEAFRO; e das 14 às 17h no CMEI Cid Passos, em Coutos. Nos dois momentos, o lançamento contará com a presença de professoras, gestoras, órgãos governamentais ligados às temáticas do prêmio e representantes da sociedade civil.

As inscrições para o prêmio estão abertas até o dia 7 maio de 2010 e poderão ser feitas pela internet (www.ceert.org.br) ou pelos correios

Read Full Post »

MOSTRA DE FILMES AFRO-RELIGIOSOS

OMI DUDU PROMOVE MOSTRA DE FILMES AFRO-RELIGIOSOS COM ENTRADA FRANCA

 

 

                                                

 

O Núcleo Omi-Dudu reforça as atividades do Projeto ODARA DUDU: Educação, Cultura e Estética Negra, com a MOSTRA DE FILMES AFRO-RELIGIOSOS. A mostra faz parte da programação do Ponto de Cultura ODARA DUDUe a abertura será no dia 23/02/2010, às 9:00hs na Sala Luiz Orlando, no 3º andar da Biblioteca e se estenderá até o dia 26/02/10. As exibições ocorrerão, pela manhã, entre às 9:00hs e 11:50hs e pela tarde entre às14:00hs e 17:30hs, com entrada franca.

    A MOSTRA
   A Mostra de Filmes Afro-religiosos tem por objetivo ser um espaço de reflexão e visibilidade de produções audiovisuais nos quais as temáticas centrais sejam a religiosidade afro-brasileira. Propõe registrar a mobilização cinematográfica da religiosidade afro-brasileira no território nacional, a partir da cidade do Salvador/Bahia, trazendo e usando como recorte a experiência e sabedoria das grandes Sacerdotisas e Sacerdotes do Candomblé.

         

   PROGRAMAÇÃO

DIA 23/02, TERÇA-FEIRA MANHÃ E TARDE
DAS 09:00H AS 11:30 E DAS 14:00H AS 17:30

Atlântico Negro na Rota dos Orixás
Direção: Renato Barbieri
Duração: 54 minutos

Atabaque Nzinga
Direção: Octavio Bezerra
Duração: 83 Minutos

Mojuba
Direção: Antonio Pompeo
Duração: 26 minutos

 

DIA 24/02, QUARTA-FEIRA MANHÃ E TARDE
DAS 09:00H AS 11:30 E DAS 14:00H AS 17:30

 

Orixás da Bahia
Direção: Lazaro Faria
Duração: 40 minutos

Gaiaku Luiza-Voduns
(Força e Magia dos Ventos)
Partes 1, 2, 3, 4
Direção: Soraya Mesquita
Duração Total: 54 minutos
Realização TVE-Bahia

Candomblé de Angola
1ª Parte- Feitura de Santo
Direção Geral: Luiz Sarmento
2ª Parte- Negros Reinventam?
Direção: Luca Pacheco
Duração: 26 Minutos


DIA 25/02, QUINTA-FEIRA MANHÃ E TARDE
DAS 09:00H AS 11:30 E DAS 14:00H AS 17:30

Cidade das Mulheres
Direção: Lazaro Faria
Duração: 112 minutos

Caboclo De Um Brasil Caboclo

Direção: Raphael Durão
Duração: 20 minutos
Ano: 2006

Herança Africana
By Darci Ribeiro
Duração: 40 minutos

DIA 26/02, SEXTA-FEIRA MANHÃ E TARDE
DAS 09:00H AS 11:30 E DAS 14:00H AS 17:30

Espelho, Espelho Meu!!
Direção: Jaqueline Barreto
Duração: 16 Minutos

Povo de Santo
Direção: Wilson Militao e Manuel Passos Pereira
Duração: 54 Minutos

Ori
Direção: Raquel Gerber
Duração: 100 Minutos
 

Read Full Post »

« Newer Posts - Older Posts »