Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘fotografia profissional em salvador salete maso’

Durante 13 anos, o bloco tinha o intuito de exaltar a beleza da cultura afro-brasileira, prestando homenagens a artistas locais. Esse ano, a pedido da comunidade do Pau Miúdo, o bloco pretende focar na importância intelectual e militante do movimento negro, e ninguém melhor do que o professor, historiador, Dr. Ubiratan Castro de Araújo, atual diretor da Fundação Pedro Calmon/SecultBA.

 

“Fiquei muito feliz e lisonjeado pelo convite não só por saber da importância destas entidades para a cultura baiana, mas também por ter sido um desejo da comunidade. É graças à atuação dos blocos afros que está sendo mantida toda diversidade e riqueza das heranças africanas no Carnaval da Bahia”, disse Ubiratan.

 

Foto: divulgação

O currículo acadêmico do professor, que já foi homenageado diversas vezes, em 2006 com a  Medalha Zumbi dos Palmares, pela Câmara Municipal de Salvador, é tão grande quanto a importância dele para a cultura afro-brasileira. Graduado em História pela Universidade Católica do Salvador (1970) e em Direito pela Universidade Federal da Bahia (1971). Ubiratan fez mestrado em História na Université de Paris X, Nanterre (1973) e doutorado em História na Universite de Paris IV (Paris-Sorbonne) (1992).

 

O bloco, que foi fundado em 1992, por um grupo de amigos compositores, entre eles, Josué do Babá – diretor do bloco, Walter Garrincha e Beto Jamaica, tem como propósito, ações sociais que desenvolvem trabalhos com crianças em situações de riscos, além de contribuição para construção de uma identidade e elo de fortalecimento da educação, cultura e tradições afro-brasileiras.

 

O bloco integra o Carnaval Outro Negro, programa de fomento da Secretaria Estadual de Cultura-SecultBa, que apóia financeiramente as entidades carnavalescas de matriz africana do Carnaval baiano. Em 2011, 138 agremiações serão beneficiadas.

 A banda afro B.COA promete levar alegria e muita música aos fuliões na sexta de Carnaval, 04 de março, saindo da Praça da Sé, a partir dàs 20h.

Para adquirir a fantasia do bloco, basta trocar 1kg de alimento não perecível e mais R$ 10,00, na sede da agremiação, localizada na Rua Santa Luiza, no 44, bairro do Pau Miúdo. Os alimentos serão doados para uma creche da própria comunidade.

Read Full Post »

A Fundação Pedro Calmon/Secult, através da Biblioteca Juracy Magalhães Junior (Rio Vermelho), em parceria com a ONG Omi-Dùdú, promove a exposição “Dia Nacional da Consciência Negra”, em homenagem ao 20 de Novembro, data em que se comemora a luta pela liberdade dos negros brasileiros. A mostra que está em cartaz até 30 de novembro, das 8h às 17h, expõe quadros e murais referentes ao tema nos corredores, nas escadarias e na entrada da Biblioteca.

Segundo a responsável pela exposição Maria José Leal, a decoração conta com gravuras que abordam a trajetória dos negros africanos, nos contextos religioso e cultural, além de mostrar a herança e as formas de resistência que estes trouxeram e utilizaram para se alinhar aos costumes dos brasileiros. Além dos objetos expostos, serão exibidos, também, textos sobre a história dos negros no Brasil. A ONG Omi-Dùdú cedeu objetos, fotos, tecidos, utensílios, dentre outros materiais para comporem a mostra. “Essa parceria com a Omi-DuDú já existe há 4 anos. No mês de março – Dia Internacional Contra a Discriminação Racial – e em novembro – Dia da Consciência Negra – preparamos uma exposição para relembrar as datas no calendário” explica Maria José Leal.

NOVEMBRO NEGRO – Todo o ano, a Fundação Pedro Calmon/Secult realiza uma série de atividades que tematizam as lutas e conquistas pela plena cidadania dos afro-brasileiros, através de ações literárias, exposições e muita dinamização nas bibliotecas públicas. Entre as atividades programadas está o Projeto “Segundas da Literatura Negra”, que destacará a produção literária de autores afro-descendentes. Todas as segundas feiras do mês, a partir do dia 08, um encontro com a literatura negra nas bibliotecas públicas. Confira a programação completa no site da FPC.

O 20 de Novembro – é uma data marcada em homenagem à morte do herói nacional, Zumbi dos Palmares (1695). Em diversas cidades do Brasil, a data é dedicada às manifestações de luta pela igualdade racial e também à reflexão sobre a presença do negro na sociedade.

Serviço:
O que: Exposição “Dia da Consciência Negra
Onde: Biblioteca Juracy Magalhães (Rio Vermelho)
Quando: Até 30 de Novembro das 8h às 17h.
Gratuito
Contato: (71) 3116-5360

Read Full Post »