Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘produtora de video Maso Image Concept. fotografo em salvador’

“Se os jovens não estiverem sintonizados com esse momento, se não perceberem que existem políticas que garantem o seu acesso a oportunidades como o ingresso nas universidades, todo esse esforço estará comprometido”, declarou a Ministra Luiza Bairros na abertura da III Conferência Estadual de Promoção da Igualdade Racial de Sergipe no dia 28 de agosto. O evento reuniu cerca de 250 pessoas e teve apresentações do grupo Axé Quizomba, e um toré dos índios Xakó do alto sertão sergipano, região que faz fronteira com o estado de Alagoas.

95cw8049-copy1

 

Fotografo: Salete Maso/www.masomultimidia.com.br

“É certo que, da forma como o Brasil se desenvolve hoje, se não assegurarmos a entrada principalmente dos mais jovens nessas oportunidades, continuaremos sem ter lugar no desenvolvimento brasileiro”, disse ainda a chefe da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República (SEPPIR).

As afirmações foram feitas em meio à análise da conjuntura em que se dá a III Conferência Nacional de Promoção da Igualdade Racial, a III Conapir, que reunirá convidados, autoridades, parlamentares e cerca de 1,2 mil delegadas e delegados em Brasília, de 5 a 7 de novembro, para ampliar as discussões iniciadas nas etapas municipais e estaduais em torno do tema Democracia e desenvolvimento sem racismo: por um Brasil afirmativo.

Oportunidades
 – A chefe da SEPPIR falou sobre as oportunidades criadas pelo governo federal para a população jovem, destacando o Universidade para Todos e o Fies, programas que oferecem bolsa de estudo e financiamento para jovens negros acessarem o ensino superior, inclusive em instituições particulares. “De cerca de um milhão de bolsas distribuídas pelo ProUni, aproximadamente 50% foi para estudantes negros. Do mesmo modo, com a Lei de Cotas, sancionada pela presidenta Dilma em 2012, teremos condições de ter uma entrada média de 50 mil estudantes negros por ano nas universidades até 2016”, afirmou.

Além das oportunidades para a juventude negra, a ministra trouxe outros exemplos de ações governamentais que justificam a análise sobre a conjuntura em que será realizada a III Conapir, que afirma ser “completamente diferente das circunstâncias em que ocorreram as conferências anteriores”, até mesmo em função da ampliação da consciência racial no país. “Em 2010, pela primeira vez o censo da população (IBGE) registrou uma maioria de negros no Brasil. Isso aconteceu fundamentalmente porque as pessoas negras deixaram de ter vergonha de dizer que eram negras”, afirmou.

A instituição do Estatuto da Igualdade Racial (Lei 12.288/2010), assim como a implementação dos Planos Nacionais de Desenvolvimento Sustentável para Povos e Comunidades Tradicionais de Matriz Africana e dos Povos Ciganos, e do Programa Brasil Quilombola, foram outros exemplos de avanços trazidos pela ministra para definir o ambiente favorável da III Conferência Nacional de Promoção da Igualdade Racial, maior atividade política da SEPPIR em 2013.

Anúncios

Read Full Post »

No Mês da Consciência Negra, projeto dá espaço para documentários que resgatam tradições populares de origem africana.

No mês de novembro, quando o Brasil celebra a Consciência Negra, o Quartas Baianas apresenta dois documentários que abordam temas relacionados à cultura afrobrasileira: o primeiro, no dia 3, é O Divino Espírito Popular, dirigido por Pedro Abib; depois, no dia 10, é a vez de Cantador de Chula, dirigido por Marcelo Rabelo. As sessões, como tradicionalmente, acontecem na Sala Walter da Silveira (Barris), às 20 horas, com entrada gratuita.

O Divino Espírito Popular (2006, 54 min.) mostra a tradicional e secular festa popular do Divino Espírito Santo, no município de Mogi das Cruzes, no interior de São Paulo. Neste evento, um dos mais antigos do Brasil, com mais de 300 anos, estão inseridas influências marcantes de manifestações afrobrasileiras, dentre as quais se destacam grupos de Congada, Moçambique e Marujada.

Já Cantador de Chula (2009, 95 min.) retrata o universo da chula, canto principal em algumas modalidades do samba no interior da Bahia, caracterizado por sua técnica vocal e improvisação de versos, presente somente na memória oral dos mais velhos. O filme caminha pelo Recôncavo e Agreste baianos, onde podemos ouvir algumas chulas e outras cantigas tradicionais. Através de contatos de moradores locais com os mestres e mestras da região, passamos a conhecer mais sobre esta forte herança africana.

O projeto Quartas Baianas é uma iniciativa da Associação Baiana de Cinema e Vídeo (ABCV) em parceria com a Diretoria de Audiovisual (DIMAS) da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), para a exibição gratuita de filmes ou vídeos baianos, sempre às quartas-feiras, na Sala Walter da Silveira. Em seis anos, o Quartas Baianas já exibiu mais de 450 títulos de produções audiovisuais do estado.

Quartas Baianas
3/11: O Divino Espírito Popular
10/11: Cantador de Chula
Horário: 20 horas
Onde: Sala Walter da Silveira: Rua General Labatut, 27, Barris
Quanto: Grátis
Realização: DIMAS/FUNCEB – ABCV
Site: www.dimas.ba.gov.br

Read Full Post »